Roma é uma cidade inesquecível, riquíssima em história e impressionante em beleza. É daqueles lugares que precisam ser visitados com calma, pois é difícil absorver tanta informação fazendo passeios corridos. Por isso, antes de conhecer Roma, já aceite que você invariavelmente irá embora de lá querendo voltar.

O primeiro dia de roteiro pela cidade já está disponível aqui no blog: Roteiro de 04 dias em Roma – Dia 01

Dia 02:

1. Vaticano:

Começamos o segundo dia de passeio pelo Vaticano, uma Cidade Estado que existe desde 1929.

P1200550
Vaticano

Como chegar ao Vaticano? Pegue o metrô até a a Estação Ottaviano/San Petro da linha A-vermelha e caminhe pela Via Ottaviano até chegar na entrada da Piazza de São Pedro.

Uma boa forma de organizar o dia é visitando a Basílica de São Pedro pela manhã e os Museus do Vaticano no início da tarde.

2. Basílica de São Pedro:

Trata-se do maior e mais importante edifício religioso do catolicismo e um dos locais cristãos mais visitados do mundo. A entrada em seu interior é gratuita. A primeira vez que visitei a Basílica foi no inverno e não peguei nada de fila, já a segunda vez foi no verão e tinha bastante gente para entrar, mas muitos guichês abertos, então a fila estava andando rápido.

Existem certos cuidados que devem ser tomados ao visitar não só a Basílica de São Pedro, mas também outras catedrais pela Itália. É necessário usar roupas que estejam cobrindo os joelhos e ombros, portanto, evite usar bermudas ou saias muito curtas e blusas de alcinhas nesses dias, pois você pode ser barrada na hora de entrar.

Basílica de São Pedro
Basílica de São Pedro

A Basílica é enorme e vale muito a pena visitar, mesmo se você não for uma pessoa religiosa, pois seu interior é impressionante, imponente e riquíssimo em detalhes. Entre suas principais atrações, estão: O Altar Papal e o Baldacchino de Bernini, sob a abóbada; a Pietà e a Capela do Coro.

P1200553.jpg
Interior da Basílica de São Pedro.
P1200566.jpg
Detalhes da Basílica.

É possível subir até a cúpula da Basílica, mas para isso paga-se ingresso. Existem duas opções para subir, de escada ou de elevador. O ingresso para subir de elevador custa €7,00 e ele não sobe até o topo.  Depois da sua parada final o visitante ainda tem que subir 320 degraus. O ingresso para subir de escada custa €5,00 e o visitante tem que subir 551 degraus até o topo. Nós simplesmente não visitamos a cúpula.

3. Museus do Vaticano:

Os Museus do Vaticanos consistem num conglomerado de renomadas instituições culturais da Santa Sé, que abrigam extensas e valiosas coleções de arte e antiguidades colecionadas ao longo dos séculos pelos diversos pontífices romanos.

Esse foi outro ponto aonde, honestamente, não pegamos fila, porém já vi até mesmo documentários falando sobre a dificuldade que é visitar os Museus do Vaticano em função das filas, inclusive com muitas pessoas tentando vender ingressos clandestinos do lado de fora do museu – o que eu não aconselho, realmente.

Por isso vou deixar o link do site oficial, aonde é possível comprar o ticket online. Existem várias opções de ingresso (com ou sem guia, com ou sem áudio-guia, com os jardins incluídos, etc.) por isso o preço pode variar, mas o ingresso básico custa €17,00.

Os Museus abrigam obras que foram acumuladas desde a Idade Média, sendo algumas  da época do Império Romano. 

Museus do Vaticano
Museus do Vaticano
Museus do Vaticano
Museus do Vaticano
Museus do Vaticano
Museus do Vaticano

A Capela Sistina é uma atração à parte que, infelizmente, não pode ser fotografada. Famosa por sua arquitetura inspirada no Templo de Salomão, do Antigo Testamento, e sua decoração em afrescos. Pintada pelos maiores artistas da Renascença, incluindo Michelangelo, Rafael, Bernini e Botticelli. É o local onde se realiza o conclave, o processo pelo qual um novo Papa é escolhido.

4. Castelo Sant’Angelo e Ponte Sant’Angelo:

Próximo ao Vaticano está o Castelo de Sant’Angelo, também conhecido como Mausoléu de Adriano. Localizado na margem direita do Rio Tibre, diante da Ponte Sant’Angelo, a construção chama bastante atenção. O castelo é atualmente um museu e já passou por muita transformação histórica desde a sua construção. Não chegamos a visitá-lo, mas para quem tiver interesse, o ingresso custa €13,50 e parece ser interessante.

Castelo Sant'Angelo
Castelo Sant’Angelo

Ponte Sant'Angelo

Ponte Sant'Angelo

Dica: se você tiver a sorte de estar em Roma no primeiro domingo do mês, saiba que neste dia várias atrações possuem entrada gratuita, entre elas o Castelo de Sant’Angelo e os Museus do Vaticano.