Aproveitamos a chance de conhecer Foz do Iguaçu num feriadão extendido que tivemos em 2016 e eu fiquei maravilhada com o tanto de coisa que tem para ver por lá e toda a estrutura que há para receber a multidão de turistas do mundo todo. Vale muito a pena fazer esse passeio em um desses feriados de 04 dias.

Na época, estávamos morando em Porto Alegre e fechamos o passeio com a agência Trip Tri, que é uma agência que oferece várias opções de passeios rodoviários a preços muito bons. Não estou ganhando nada deles pela recomendação, mas acredito que seja uma boa opção para quem quer viajar sem comprometer o orçamento.

Nós saímos na quarta-feira, no final do dia, em um ônibus semi-leito, rumo ao Paraná. Ok, vou confessar que festa de ônibus de excursão não é muito a minha praia, mas faz parte (na volta da viagem eu concluí que as travessias de 15 dias pelo Nordeste e as viagens longas que a Trip Tri faz pela América Latina de ônibus realmente não funcionariam para mim, mas para um feriado de 04 dias está valendo). Existem algumas paradas estratégicas ao longo da viagem para lanches e banheiro e o ônibus é bastante confortável.

Dia 01- Quinta-feira:

Nossa primeira parada de passeio foi no Templo Budista de Foz do Iguaçu, que possui uma estátua do famoso Buda sentado Mi La Pu-San, de 7 metros de altura, uma área com 120 estátuas representando cada reencarnação de Buda na terra e um templo principal com mais de dois mil metros quadrados. A entrada é gratuita.

Foz do Iguaçu - 2Foz do Iguaçu - 3

Para quem se interessar em visitar o local de carro, há estacionamento gratuito no local. O Templo está localizado na esquina das ruas Dr. Josivalter Vilanova e Antonio Cezar Cabral. As visitas só podem ser realizadas de terça a domingo, no horário de 9:30h às 16:30h.

Saindo de lá, nossa segunda parada foi a visitação à Hidrelétrica de Itaipu. Toda a estrutura do lugar é impressionante. Sua barragem tem 7.919 metros de extensão e 196 de metros de altura máxima. O Passeio Panorâmico pela Hidrelétrica, que é o passeio oferecido pela agência, tem um custo de R$38,00 por pessoa. Esse Passeio Panorâmico pode ser comprado diretamente na bilheteria da Hidrelétrica para quem estiver com carro próprio.

Foz do Iguaçu - 4

Finalizamos o dia voltando para o hostel, não lembro exatamente se neste dia jantamos no rodízio de pizza ou se simplesmente lanchamos pelo hostel mesmo. A própria excursão organiza almoços e jantas para quem quiser participar, levando e buscando o pessoal nos restaurantes. Outra opção é comprar lanches e preparar sanduíches.

Dia 02 – Sexta-feira:

No segundo dia de passeio visitamos o Parque Iguazú, que é o lado argentino das cataratas, e incluímos o passeio de barco pelas cataratas, que foi uma experiência sensacional. Pelas informações que agência passou, há uma empresa que faz esse passeio pelo lado brasileiro também, porém acredito que o valor seja um pouco mais alto. A entrada para o Parque custa  cerca de R$75,00 por pessoa e vou ficar devendo o valor do passeio de barco, pois não consigo lembrar e não encontrei o valor no site da Trip Tri, mas lembro que não foi barato (cerca de R$200,00 por pessoa). Dica para quem fizer o passeio de barco: Leve um conjunto de roupa extra, pois você sairá encharcado no final do passeio.

Foz do Iguaçu - 5Foz do Iguaçu - 6

Foz do Iguaçu - 7
Os quatis estão por toda parte.
Foz do Iguaçu - 9
Passeio de barco.

Dia 03 – Sábado:

No terceiro dia de passeio, começamos o dia dando um pulinho ao Paraguai. Afinal de contas, Ciudad del Leste é famosa por ser o paraíso das compras. Nós nem estávamos pelas compras, mas como era a minha primeira vez pela área, achei que valia a pena conhecer. É uma muvuca de gente circulando, ainda mais num feriado, e dá para encontrar bons preços, realmente.

Foz do Iguaçu - 10
Compras em Ciudad del Leste, Paraguai.

A excursão nos deixou no lado brasileiro da ponte que separa os dois países e lá fomos nós cruzar a ponte à pé. Compramos algumas coisinhas e voltamos pelo mesmo caminho para encontrar o resto do grupo. Deu tempo ainda de pararmos em uma lanchonete para uma salada de fruta, pois o calor estava demais.

Depois das compras, seguimos para o Parque das Aves, outro lugar que vale muito a pena visitar, pois é um centro internacionalmente reconhecido de recuperação e conservação de aves, que fica no meio da Mata Atlântica. Não tem como não se encantar naquele lugar. Fica logo em frente ao Parque Nacional do Iguaçu (cataratas do lado brasileiro). A entrada para o Parque custa R$45,00 por pessoa.

Foz do Iguaçu - 11Foz do Iguaçu - 12Foz do Iguaçu - 13

Naturalmente, após a visitação ao Parque das Aves, nós seguimos para o Parque Nacional do Iguaçu, mundialmente conhecido e que merece a nossa visita. Lembro de ficar encantada de ver famílias inteiras de japoneses visitando o lugar. Imagina que eles vieram do outro lado do mundo para visitar uma atração do Brasil que nós, muitas vezes, acabamos não prestigiando. A entrada a esse Parque custa R$38,00.

Foz do Iguaçu - 14Foz do Iguaçu - 15

No início da noite de sábado, embarcamos de volta para casa, chegamos no domingo de manhã, após passarmos a noite na estrada.

Para quem chegar a Foz de avião, honestamente recomendo alugar um carro, pois as distâncias entre cada passeio são longas e vale muito a pena conhecer todos os lugares que mencionei aqui. Nesse ponto, achei muito vantajoso estar em uma excursão de ônibus, pois todos os traslados foram feitos pela agência. Pelo que lembro, pagamos um valor extra para irmos até o lado argentino, mas em um grupo grande os valores ficam mais em conta do que fazer sozinho esse tipo de coisa. Além disso, ir de carro para nós não era uma opção, pois teríamos que dirigir durante a noite tanto na ida quanto na volta, e não teríamos disposição para essa maratona.

Outra boa opção para conhecer em um feridão: