Sighisoara (pronuncia-se Siguixoara) é a cidade perfeita para quem gosta de lugares históricos, com construções medievais, ruelas de pedra e torres antigas.  Além disso, é a cidade onde nasceu Vlad Tepes, o Empalador, que serviu de inspiração para a criação do personagem de Bram Stoker, o Drácula.

Sighiosoara 2
Casinhas coloridas fazem parte do cenário de Sighisoara

Como chegar em Sighisoara? 

Quem está acompanhando o meu roteiro pela Romênia sabe que até agora nós usamos a cidade de Brasov como base para conhecer as cidades próximas.  E Sighisoara é mais uma opção possível de conhecer de trem a partir de Brasov fazendo um bate e volta de um dia.

É possível, mas não foi exatamente como fizemos. Na verdade nós optamos por pegar o primeiro trem do dia de Brasov rumo a Sighisoara e, para isso, tivemos que sair por volta das seis da manhã, pois não existem muitas opções por dia que fazem esse trajeto. O bilhete do trem custou 18,30 Lei por pessoa (Nov./2017). De Sighisoara não voltamos para Brasov, optamos por seguir para outra cidade, chamada Sibiu.

Sighiosoara 3
Estação de trem de Sighisoara

Na própria estação de trem é possível deixar as malas. Nós pagamos 7 Lei por mala para deixá-las lá, assim não tivemos que passar o dia carregando-as para cima e para baixo. Assim que chegamos já deixamos comprado o bilhete para Sibiu e saímos explorar a cidade.

É bem verdade que a graça de conhecer essa cidade está em caminhar pelas ruas e ir aos poucos conhecendo e se envolvendo pelo charme do vilarejo, mas ainda assim listo alguns dos principais pontos turísticos:

Torre do Relógio: 

A Torre do Relógio é impossível de passar despercebida e é a principal atração da cidade. Dentro dela está o Museu da Cidade. Foi construída no século XIV, com o objetivo de abrigar o conselho municipal e aplicar a lei na cidade. No século XVII foram acrescentadas as figuras de madeira no topo da torre, conectadas ao mecanismo do relógio, que funciona até hoje.

Sighiosoara 4
Torre do Relógio

Sighiosoara 5

Sighiosoara 6
Detalhes do telhado colorido

Sighiosoara 7

 

Casa onde nasceu Vlad Dracul: 

A casa de pedra mais antiga de Sighisoara é também o local aonde nasceu Vlad Dracul, o Empalador. Ele já andou aparecendo aqui no blog no post de que fiz sobre o Castelo de Bran.  O fato é que, se o Castelo de Bran serviu de inspiração para ser a casa de Drácula,  Vlad Tepes, foi a inspiração para o próprio Drácula, vampiro sanguinário.

Sighiosoara 8
Casa onde nasceu Vlad Dracul

Sighiosoara 9

A casa, entretanto, não tem nada de assustadora. É apenas um restaurante para turistas.

A Escadaria Coberta:

Construída em 1642, possui 175 degraus. Ela leva até a parte mais alta da cidade, aonde estão a Igreja da Colina e o cemitério antigo.

 

Biserica din Deal:

Igreja da Colina é uma igreja com arquitetura gótica, construída em 1345, mas que sofreu inúmeras alterações com a reforma do Luteranismo em 1547.

Sighisoara 13

Cemitério e Torre do Coveiro: 

Acredito que isso é o mais próximo de macabro que conseguimos chegar ao longo do nosso passeio pela Transilvânia. Não vimos nada de vampiros e morcegos chupadores de sangue, mas vamos combinar que um cemitério antigo com uma torre aonde mora o próprio coveiro poderia ser muito bem cenário de um filme de terror, não é mesmo?

 

As diversas Torres: 

Caminhar pelo centro antigo de Sighisoara e não esbarrar com uma torre medieval é praticamente impossível. Das 14 torres que existiam inicialmente, 9 ainda resistem. Elas estão espalhadas pelo caminho.

 

 

 

Como ainda tínhamos um bom tempo até o horário do nosso trem para Sibiu, esperamos na Torre do Relógio pelo badalar das 12 horas, mas confesso que fiquei um pouco decepcionada, pois estava esperando que as figuras de madeiras fossem girar, como vi no Relógio de Praga, mas não.

Sighisoara 19

Antes de seguirmos viagem paramos para o almoço e embarcamos  na para nosso próximo destino.

Nosso roteiro completo pela Romênia ficou assim:

Dia 01: Bucareste.

Dia 02: Bucareste.

Dia 03: Brasov.

Dia 04: Sinaia.

Dia 05: Bran e Rasnov.

Dia 06: Sighisoara.

Dia 07: Hunedoara.

Dia 08: Sibiu.

Dia 09: Retorno para Bucareste e vôo de volta para Dublin.