DIA 02:

O segundo dia começou no Parlamento de Bucareste, um dos prédios mais polêmicos da história recente da Romênia. É o segundo maior prédio administrativo do mundo, só perdendo em tamanho para o Pentágono, nos Estados Unidos. O prédio é um exemplo claro da megalomania do ditador Nicolae Ceausescu.

Bucareste 2
Parlamento de Bucareste

Sua construção começou  em 1984, como parte de um plano de reurbanização de Bucareste criado por Ceausescu. Um grande número de casas, igrejas e prédios comerciais precisaram ser demolidos para dar espaço ao novo prédio. Na verdade, todo o plano de reurbanização levou à demolição de muitas construções e realocação de várias famílias.  Uma das coisas que Nicolae exigiu era que todos os materiais usados na construção do Parlamento fossem nacionais, desde o mármore até madeira, azulejos, cristais,  absolutamente tudo. Ele queria que o projeto fosse perfeito, o que fez com que várias vezes partes da construção tivessem que ser demolidas e refeitas.

Para dar uma ideia do tamanho, essa construção tem doze andares, sendo a maior parte deles  subterrâneos, e mais de mil salas, sendo que atualmente muitas delas não estão sendo usadas.

O Parlamento pode ser visitado, porém é necessário fazer uma reserva com pelo menos 24 horas de antecedência e obrigatoriamente pelo telefone. São visitas guiadas em inglês que duram 1 hora e meia aproximadamente. É necessário também levar o passaporte para a visita, pois ele será recolhido durante o passeio e apenas devolvido ao final deste.

Enfim, queria realmente ter feito esse passeio, mas meu celular não tinha sinal para que eu pudesse fazer a reserva e, além disso, o dia anterior tinha sido bem corrido, não sobrando tempo para eu ir atrás de alguém que pudesse emprestar um telefone para a reserva.

Em seguida, pegamos o metrô até a estação Aviatorilor e visitamos a antiga casa do ditador Nicolae Ceausescu, conhecida como Palatul Primaverii. Precisamos esperar pouco mais de uma hora até a visita guiada em inglês. O passeio é feito com um guia que vai contando um pouco mais sobre o polêmico ditador e sua família. O ingresso custou (Nov./ 2017) 45 Lei por pessoa e pode fotografar sem flash.

Bucareste 3
Palácio Primavera

Bucareste 4

É possível acessar praticamente todos os cômodos da casa, como os dormitórios do casal Nicolae e Elena e de seus três filhos, o closet ainda com roupas, sala de cinema, piscina aquecida, sauna e salão de beleza. Percebe-se claramente o luxo em que vivia o ditador e sua família. O palácio é muito bem decorado para os padrões da época. Inclusive com aparelhos de televisão de marcas que a população em geral não tinha acesso.

Ao longo das salas há uma infinidade de pinturas, tapetes, lustres suntuosos e inúmeros presentes que Ceauşescu ganhou na época, como vasos chineses e peças esculpidas em marfim.

Após a visitação, almoçamos e seguimos para a próxima atração, o Parcul Herastrau (Parque Herastrau). 

Considerado o maior parque público de Bucareste, ele fica próximo ao Palatul Primaverii. É um parque muito bonito e estava especialmente agradável com as cores do outono. Como era domingo, havia uma feira de antiguidades e de comidas logo na entrada do parque. Muitas famílias visitavam o local, com cachorros e crianças andando de bicicleta ou patinete. Um clima muito agradável. Certamente vale a visita.

O parque ainda conta com um lago e é aonde  fica o Village Museum, um museu que mostra um pouco da cultura romena, com exibição de casas que vieram de várias partes do país.  Foi criado em 1936 e possui mais de 60 construções originais de regiões como Transilvânia e Moldavia, entre outras.

Bucareste 13
Village Museum

O ingresso custa 15 Lei por pessoa. Inicialmente achei que seriam apenas algumas casinhas, mas a vila é enorme, com igrejas e tudo mais. A estrutura é montada de forma a parecer de fato uma vila, mas com casas de várias regiões da Romênia, o que faz com que tenham aspectos muito variados entre elas, tornando a visita ainda mais interessante.

Cada construção tem uma placa em frente com informações sobre ela, como ano de construção, região do país e, até mesmo, a qual família pertenceu. A maior parte das construções são do século XIV, mas existem algumas mais antigas. Muito interessante o passeio, recomendo.

Nosso roteiro completo pela Romênia ficou assim:

Dia 01: Bucareste.

Dia 02: Bucareste.

Dia 03: Brasov.

Dia 04: Sinaia.

Dia 05: Bran e Rasnov.

Dia 06: Sighisoara.

Dia 07: Hunedoara.

Dia 08: Sibiu.

Dia 09: Retorno para Bucareste e vôo de volta para Dublin.