Clean Eating

Estou valorizando muito o fato de poder acordar às oito horas e fazer um bom café da manhã, depois preparar meu almoço. Como a vida seria maravilhosa se eu pudesse sempre ter meio turno disponível só para mim. Será assim pelo próximo mês. O último inverno da minha vida com esta mordomia, pois estou indo para o décimo e último semestre da faculdade e depois será só pauleira, como podem imaginar. Adeus férias de inverno.:/

Por mais que neste inverno eu tenha outras atividades que não me abandonarão, inclusive a pesquisa do TCC que seguirei fazendo na universidade, ainda assim creio que terei tempo para atualizar o blog.

Além disso, já contei que depois que passei a coordenar as compras dos mantimentos para a casa minha vida passou a ser muito mais saudável?

Pretendo falar um pouco sobre isso também. É que, apesar de já estar morando fora de casa desde o ano passado, não tinha acesso a alimentos que considero saudáveis. Queria fazer tudo pelo mais prático e barato, para ser honesta, pois estava no intercâmbio e o ponto de vista era completamente diferente.

Frutas e verduras são caras e, em geral, ruins, na Irlanda. Em compensação, congelados e comidas prontas são muito baratas e práticas.

Na casa dos meus pais o acesso a alimentos saudáveis sempre foi bom, porém com algumas tentações de casa de mãe que não tem como evitar. Sem falar no fato de que tenho uma irmã adolescente que não come verduras e salada. Arroz integral nem pensar, e por aí vai.

Finalmente, minha própria cozinha! E todo o espaço e aparato dos quais preciso para tornar minha alimentação melhor.

Depois do mochilão de três meses que fiz pela Europa me deparei com uma situação desconfortável, novos quilos e uma imagem que precisava ser reparada o quanto antes. Assim que consegui organizar o apê, parti para a academia. Ontem completei três meses e estou adorando.

Quero ver se mostro algumas receitas aqui no blog. Por enquanto, seguem algumas dicas para quem está, assim como eu, tentando implementar uma clean eating no dia a dia.

E para ouvir na academia, LCD Soundsystem.

2 pensamentos sobre “Clean Eating

  1. Vitória,

    Acho que o maior inimigo da alimentação saudável é a nossa falta de tempo! Porcarias são muito mais práticas de fazer, é verdade. Eu tive que me organizar muito para conseguir fazer uma cozinha bem saudável aqui em casa.

    Felizmente aqui perto tem um belo armazém onde eu às vezes encomendo legumes limpos e picados: cenoura, batata salsa, essas coisas mais chatinhas de preparar. O quilo sai um pouquinho mais caro, mas me ajuda demais na hora de fazer o almoço. Não faço sujeira, não perco tempo.

    Tenho uma receita super fácil pra te passar depois (se vc gostar de couve-flor, é claro). Meu marido não comia, mas devora essa receita. Originalmente ela tinha bacon, mas trocamos por croutons com alho. Ficou muito melhor!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s