stil22

Por que devemos praticar o desapego?

Já foi falado sobre esse assunto aqui no blog, mas eu não me canso em comentar o quanto as pessoas são apegadas aos seus objetos e vão acumulando uma infinidade de coisas ao longo dos anos. Não se dão conta que a vida tem ciclos, que se renovam e, da mesma maneira, a nossa casa precisa ser renovada também.

Sabe aquele teclado que foi comprado há dez anos, para as aulas que você cursou por 5 meses e desistiu?  Sim, aquele mesmo, que nunca mais foi tocado, que está todo empoeirado atrás da porta da área de serviço. Pois é, ele não será mais usado.

A mesma coisa acontece com todos os potes de sorvete que estão empilhados, vidros de conserva, jogos de pratos trincados que foram guardados no fundo do balcão e trocados por um jogo novo, xícaras avulsas e por aí vai.

Não me levem a mal…sou super a favor de aproveitarmos ao máximo aquilo que temos. Quem acompanha o blog sabe que eu adoro  uma camada de tinta em um móvel antigo e cheio de história, porém existem momentos em que temos que aceitar que outras pessoas seriam muito mais felizes com a bicicleta que está há três anos nos fundos da garagem e já está com os pneus murchos por falta de uso.

Aquilo que você não bota fora por simples preguiça, ou por um apego a um momento que passou com aquele objeto, pode estar fazendo falta para um conhecido, que ficaria muito feliz em ganhá-lo de presente . Doe.  Pratique o desapego.

Reveja o que você tem em casa. Avalie tudo o que você tem e pense quando foi a última vez que você usou tudo isso. Se a resposta for maior do que um ano, significa que você não precisa mais daquilo. Ponto final.

liljo46r liljor3 liljor641 skrivbord-1-of-11-e1357128426391

Depois de fazer a limpeza, pergunte-se qual foi o resultado. Melhorou?

Com a minha mãe aprendi desde pequena que não precisamos pendurar todos os quadros que temos em casa. As paredes precisam ter seu espaço para serem simplesmente elas, sem adornos.

Quando nos mudamos para um lugar menor, ou até mesmo diferente do que estávamos, é muito provável que sobrem coisas. Meu conselho: Não saia enchendo as paredes de furos e pendurando tudo o que você tem. Espere. Deixe as paredes vazias por um tempo. Depois de tudo desencaixotado pode ser que você perceba que há um excesso de quadros, fotos, enfeites, que não precisam ser expostos.

Gostei muito desta casa. As imagens foram retiradas do Add Simplicity.

Toda a decoração foi feita com cores neutras e achei que ficou muito aconchegante. Acredito que as coisas simples às vezes podem ser a melhor escolha.

nov5

nov4

päls1

kök41

brunt

SONY DSCkökkök3

hall

badrum-efter

sovrum-höst5

sovrum-höst4

sovrum-höst6

Até a próxima.

20121021-231855

Um pensamento sobre “Por que devemos praticar o desapego?

  1. Vitória,

    Post sensacional, amei. Vou visitar o Add Simplicity (também gostei muito do nome), mas posso dizer que concordo com tudo o que vc falou por aqui. Fiz duas mudanças desde 2005: uma para casar, outra para a casa nova. Já foi suficiente para ver o quanto a gente tem a tendência de guardar coisas inúteis (pelo menos para nós). Desde então temos uma rotina colocar tudo abaixo uma vez por ano e manter a casa só com o que interessa. Ano passado fizemos algumas reformas, mudamos o layout de alguns quartos e com isso doamos as coisas que estavam boas para alguns amigos. Mas nem tudo é aproveitável. Não tenho apego, não. Já aprendi que não vale a pena!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s